PALAVRA DO ECONOMISTA

Agenda Econômica – 13/05 à 17/05

Principais Eventos e Indicadores

Veja aqui os eventos da próxima semana

Destaque da semana

Nesta semana os destaques da agenda econômica foram os dados referente à atividade econômica divulgados pelo IBGE sobre o comércio varejista, a decisão de política monetária pelo Banco Central e por fim os dados de inflação na publicação do IPCA de abril.

No que tange à atividade econômica, a divulgação da Pesquisa Mensal do Comércio (PMC) na quinta-feira surpreendeu nossa expectativa de forma negativa. O comércio varejista avançou 0,3% ante nossa expectativa de crescimento de 0,9%. Na comparação contra o mesmo período do ano anterior o desempenho foi negativo de -4,5%. No varejo ampliado, que incluem as vendas de veículos, partes e peças além de material de construção, a evolução ante o mês anterior foi pouco maior, de 1,1%. Nossa projeção era de crescimento de 1,9%. Na análise interanual a queda foi de -3,4%.

Conforme destacamos no ultimo semanal, o desempenho das vendas varejistas foi afetado negativamente pelo efeito calendário do deslocamento do carnaval, tipicamente comemorado em fevereiro, para março que também implicou em um adiamento das compras referente à páscoa para o mês seguinte.

De modo geral, a leitura desta publicação consolidou um trimestre de baixo dinamismo e de retomada bastante gradual da economia. Além disso, o número divulgado hoje coloca viés de baixa para nossa expectativa de crescimento do primeiro trimestre (0,2%) e para 2019 (1,8%).

Para mais detalhes sobre o indicador, leia nosso relatório completo aqui.

Sobre a decisão de Política Monetária do BCB, publicada no final da tarde de quarta-feira, que decidiu por unanimidade manter a taxa Selic em 6,50% a.a.. Tal decisão era amplamente esperada tanto por nós quanto pelo mercado. No entanto, no comunicado, o Comitê reiterou a leitura de atividade econômica decepcionante e sugere que não tem havido ganho de tração este ano. Em outras palavras, isto sugere maior hiato durante maior tempo e, portanto, viés baixista para a inflação prospectiva. Além disso, a Autoridade Monetária condicionou os próximos passos da política monetária ao andamento da reforma.

Por fim, hoje tivemos a publicação do IPCA de abril que apresentou taxa de inflação de 0,57% abaixo do esperado por nós (0,64%) e pelo mercado (0,62%). A abertura do indicador indica que o as altas dos grupos Alimentação e Bebidas e Transportes verificado nas últimas leituras de inflação está se dissipando. Além disso, a inflação de serviços que despertou preocupações no início do ano voltou a patamar confortáveis em termos anualizados. Por outro lado, o grupo Saúde e Cuidados Pessoais acelerou na margem e representou impacto importante. Outro ponto marginalmente negativo desta leitura foi a aceleração dos núcleos, que apesar de não preocupar, deve ser monitorada de perto nos próximos meses.

Neste cenário, de retomada gradual da atividade econômica, baixa inflação e apoiado na mais recente comunicação do Banco Central do Brasil esperamos que o COPOM inicie um novo ciclo de queda da taxa SELIC ainda este ano a levando para 5,5% no final de 2019.

Próxima Semana

Para a próxima semana, o destaque será a divulgação do principal proxy do PIB, o índice de atividade do Banco Central, IBC-BR, nossa expectativa é retração da atividade na margem de -0,27% na série com ajuste sazonal. Na comparação contra o mesmo período do ano anterior a queda esperada é de -2,42%. Nossa expectativa está em linha com os dados de atividade do mês pouco decepcionantes, tanto na margem quanto na análise do trimestre.

 

Rafael G. Cardoso, economista-chefe

rafael.cardoso@bancodaycoval.com.br

 Antônio Castro

antonio.castro@bancodaycoval.com.br

Privacy Settings
We use cookies to enhance your experience while using our website. If you are using our Services via a browser you can restrict, block or remove cookies through your web browser settings. We also use content and scripts from third parties that may use tracking technologies. You can selectively provide your consent below to allow such third party embeds. For complete information about the cookies we use, data we collect and how we process them, please check our Privacy Policy
Youtube
Consent to display content from Youtube
Vimeo
Consent to display content from Vimeo
Google Maps
Consent to display content from Google
Spotify
Consent to display content from Spotify
Sound Cloud
Consent to display content from Sound