PALAVRA DO ECONOMISTA

IPCA-15 de fevereiro reduz preocupação com inflação de serviços

IPCA-15 de fevereiro/19

Veja o relatório em PDF aqui

O IPCA-15 de fevereiro variou 0,34%, abaixo do esperado por nós (0,41%) e pelo mercado (0,36%). Na abertura do indicador vemos que os principais impactos foram centrados, para o lado positivo em Alimentação no domicilio (0,11 p.p) e Educação (0,17p.p.) e no sentido oposto Combustíveis (-0,11 p.p) foi a agremiação que mais contribuiu negativamente.

Os impactos altistas, principalmente educação, são caracterizados por um efeito sazonal de materiais escolares e ajustes de mensalidades. Por outro lado, as pressões em alimentação no domicilio se mostram mais resilientes, na última publicação já havíamos destacado as pressões nos itens como Cereais, leguminosas e oleaginosas; Tubérculos, raízes e legumes; Hortaliças e verduras e Frutas.

Já as métricas com viés mais qualitativo mostraram estabilidade na margem. Medidas de núcleos de prazos mais longos (acumulado em 12 meses e médias de 3 meses dessazonalizadas e anualizadas) continuaram com comportamento bastante benigno. A média dos núcleos acumulados em 12 meses e a média trimestral dessazonalizada e anualizada ficaram abaixo da banda inferior da meta, em 3,0% e 2,9% respectivamente.

Outro ponto de destaque foram os núcleos de serviços e serviços subjacentes que apresentaram uma trajetória de aceleração na métrica dessazonalizada trimestral anualizada nos últimos quatro meses, no entanto, nesta publicação tivemos um arrefecimento marginal onde serviços caiu de 4,54% para 3,23% e Serviços Subjacentes apresentou queda menor de 4,86% para 4,71%.

Em linhas gerais, o IPCA-15 de hoje foi pressionado por choques centrados em Alimentação e Educação, cuja característica é de efeitos sazonais, e tendem a não se perdurar. Com isso não gera grandes alterações para o cenário corrente e prospectivo para a inflação baixa durante todo o ano. Para o fechado do ano de 2019 mantemos nossa expectativa de 3,9% de taxa de inflação (IPCA).

 

Rafael G. Cardoso, economista-chefe
rafael.cardoso@bancodaycoval.com.br

Antônio Castro
antonio.castro@bancodaycoval.com.br

Privacy Settings
We use cookies to enhance your experience while using our website. If you are using our Services via a browser you can restrict, block or remove cookies through your web browser settings. We also use content and scripts from third parties that may use tracking technologies. You can selectively provide your consent below to allow such third party embeds. For complete information about the cookies we use, data we collect and how we process them, please check our Privacy Policy
Youtube
Consent to display content from Youtube
Vimeo
Consent to display content from Vimeo
Google Maps
Consent to display content from Google
Spotify
Consent to display content from Spotify
Sound Cloud
Consent to display content from Sound