PALAVRA DO ECONOMISTA

Agenda Econômica – 08/04 à 12/04

Principais Eventos e Indicadores

Veja aqui os eventos da próxima semana

Destaque da semana

Esta semana foi marcada pela publicação da produção industrial de fevereiro que avançou 0,7% frente a janeiro, na série com ajuste sazonal. Tal resultado foi abaixo da nossa expectativa e do mercado, de 1,25% e 1,0%, respectivamente . Na comparação contra o mesmo período do ano anterior o avanço foi de 2,0%. Primeira variação positiva desde novembro de 2018. O acumulado em 12 meses, no entanto, permaneceu constante em 0,5%. Todavia, o desempenho positivo só foi possível dado o efeito calendário com mais dias úteis em função do carnaval cair em março. Segundo o IBGE, se retirado esse efeito, a produção teria recuado 1,3% na comparação interanual em fevereiro, equivalente a -1,1% na variação mensal dessazonalizada.

Em linhas gerais, os destaques ficaram para Bens de Capital que avançaram 4,6% em relação a janeiro e 7,0% frente a fevereiro de 2018 apagando a queda do mês anterior de -7,0%, com isso a categoria avança 0,1% no acumulado do ano, seguido de Bens de Consumo Duráveis, que por sua vez, avançou 3,7% em comparação ao mês anterior (na série com ajuste sazonal) e 12,2% em relação ao mesmo período do ano anterior. Para maiores detalhes veja nossa publicação completa aqui.

Próxima Semana

A agenda da próxima semana será bastante carregada de indicadores tanto relacionados à atividade quanto à inflação.

Na segunda-feira (08) as atenções estarão voltadas para o IGP-DI de março que segundo nossas projeções apresentará taxa de inflação de 1,11% desacelerando marginalmente em relação ao mês anterior cujo valor havia sido de 1,25%.

Já na terça-feira, teremos os dados da Pesquisa Mensal do Comércio (PMC) de fevereiro que segundo nossas estimativas poderá crescer 0,6% em relação ao mês anterior na série com ajuste sazonal, e 5,2% contra o mesmo período do ano anterior. O Varejo Ampliado, porque sua vez, que incluem as categorias de veículos e materiais para construção civil a expansão esperada é um pouco menor de 0,3% na em relação ao mês anterior na série com ajuste sazonal, e 10,0% contra o mesmo período do ano anterior. O mês de fevereiro como visto na publicação da Produção industrial comentada acima, foi marcado pela ausência do carnaval, tipicamente comemorado no mês, gerando assim mais dias úteis e consequentemente uma alteração na sazonalidade do mês, por este motivo as estimativas se encontram em sua maioria no campo positivo.

Por fim na quarta-feira é esperado a publicação do IPCA de março, que segundo nossas projeções ficará em torno de 0,58% em relação à fevereiro, e os principais impactos altistas serão os grupos de alimentação no domicílio e transportes, conforme sinalizado pelos indicadores coincidentes. Para os próximos meses esperamos arrefecimento das leituras na margem devido tanto a sazonalidade quanto a passagem dos choques correntes. Em relação ao fechado do ano mantemos nossa projeção de 3,9%.

 

Rafael G. Cardoso, economista-chefe
rafael.cardoso@bancodaycoval.com.br

Antônio Castro
antonio.castro@bancodaycoval.com.br

Privacy Settings
We use cookies to enhance your experience while using our website. If you are using our Services via a browser you can restrict, block or remove cookies through your web browser settings. We also use content and scripts from third parties that may use tracking technologies. You can selectively provide your consent below to allow such third party embeds. For complete information about the cookies we use, data we collect and how we process them, please check our Privacy Policy
Youtube
Consent to display content from Youtube
Vimeo
Consent to display content from Vimeo
Google Maps
Consent to display content from Google
Spotify
Consent to display content from Spotify
Sound Cloud
Consent to display content from Sound