PALAVRA DO ECONOMISTA

Agenda Econômica – 23/12 a 27/12

Veja aqui os eventos da próxima semana

Destaque da semana

Os destaques desta semana na agenda local foram as divulgações da Ata do Copom e o Relatório Trimestre de Inflação (RTI) além do IPCA-15 de dezembro. No exterior, destaque para os PMI’s industriais da Zona do Euro e dos Estados Unidos assim como a produção industrial de novembro. Também esteve no foco da semana as decisões de política monetária tanto do Japão quanto do Reino Unido.

O PMI industrial da Zona do Euro de dezembro, na avaliação preliminar, registrou queda para 45,9 ante 46,9 em novembro, as expectativas de mercado eram de alta de 47,3. Lembrando que patamares inferiores a 50 representam contração da atividade industrial. Nos Estados Unidos, o indicador apresentou leve queda ante o mês de novembro, de 52,6 para 52,5, a expectativa era de estabilidade em 52,6. Já a produção industrial avançou 1,1% em novembro contra o mês imediatamente anterior, ajustado sazonalmente. Tal resultado foi acima do esperado pelo mercado que projetava expansão de 0,9%.

As decisões de política monetária tanto do Banco do Japão (BoJ na sigla em inglês) quanto do Banco da Inglaterra (BoE na sigla em inglês) foram de manutenção de suas políticas monetária. A taxa básica no Japão é de 0,0% e do Reino Unido de 0,75%. Ambas as decisões foram em linha com o esperado pelo mercado.

No Brasil, a comunicação do BCB tanto na ata do COPOM quanto no Relatório Trimestral de Inflação segue sinalizando cautela. Apesar dos modelos sugerirem que há espaço para adicional da taxa de juros, a avaliação qualitativa do BCB sugere que talvez o ciclo já tenha se encerrado por agora.

Sobre o IPCA-15 de dezembro, o índice registrou alta de 1,05% em dezembro e acumula 3,91% em 12 meses. Como o esperado, os principais impactos vieram do choque de proteínas, do reajuste da loteria e dos combustíveis. Entretanto, a variação de carnes tem se mostrado mais intensa do que o anteriormente antecipado (para saber mais leia nosso post completo aqui).

Próxima semana

Na próxima semana, com o feriado de natal, a agenda econômica será limitada e os destaques ficam para a divulgação do IGP-M de dezembro e a PNAD do trimestre terminado em novembro.

Para o IGP-M nossa expectativa é de taxa de inflação de 2,27%. A projeção leva em consideram os choques já sinalizados tanto no IPCA quanto em outros indicadores coincidentes. No atacado os preços de alimentos processados e de bovinos têm pressionado o índice. No varejo, alimentação e combustíveis são os destaques altistas.

Rafael G. Cardoso, economista-chefe

rafael.cardoso@bancodaycoval.com.br

Antônio Castro

antonio.castro@bancodaycoval.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Privacy Settings
We use cookies to enhance your experience while using our website. If you are using our Services via a browser you can restrict, block or remove cookies through your web browser settings. We also use content and scripts from third parties that may use tracking technologies. You can selectively provide your consent below to allow such third party embeds. For complete information about the cookies we use, data we collect and how we process them, please check our Privacy Policy
Youtube
Consent to display content from Youtube
Vimeo
Consent to display content from Vimeo
Google Maps
Consent to display content from Google
Spotify
Consent to display content from Spotify
Sound Cloud
Consent to display content from Sound