PALAVRA DO ECONOMISTA

Agenda Econômica – 25/02 à 01/03

Principais eventos e indicadores

Veja aqui os eventos da próxima semana

Destaques da semana

O destaque desta semana na agenda doméstica fica para a publicação do IPCA-15 de fevereiro que apresentou taxa de inflação de 0,34%. Nossa expectativa era de 0,41% e a mediana das projeções de mercado foram de 0,36%.

Na publicação anterior deste semanal havíamos destacado a deflação nas categorias de vestuários e cuidados pessoais presentes na leitura do IPCA de janeiro e que possivelmente poderiam contagiar a publicação do IPCA-15. A expectativa, no entanto, se materializou somente de forma parcial. Vestuário teve de fato um impacto negativo de -0,05 p.p. enquanto cuidados pessoais apresentou um impacto positivo de 0,02 p.p.
A despeito destas duas categorias o destaque da leitura recaiu sobre Alimentação no domicilio (0,11 p.p) e Educação (0,17p.p.) e no sentido oposto Combustíveis (-0,11 p.p).

Os impactos altistas, principalmente educação, são caracterizados por um efeito sazonal de materiais escolares e ajustes de mensalidades. Já  alimentação no domicílio apresenta efeitos mais resilientes. Na última divulgação do IPCA-15 (aqui) já havíamos destacado estas pressões nos itens como Cereais, leguminosas e oleaginosas; Tubérculos, raízes e legumes; Hortaliças e verduras e Frutas e eles continuaram a perdurar nesta leitura. No entanto, tais pressões não alteraram as métricas com viés mais qualitativo que mostraram estabilidade na margem. Medidas de núcleos de prazos mais longos (acumulado em 12 meses e médias de 3 meses dessazonalizadas e anualizadas) continuaram com comportamento bastante benigno.

Outro ponto de destaque foram os núcleos de serviços e serviços subjacentes que vinham apresentando uma trajetória de aceleração na métrica dessazonalizada trimestral anualizada nos últimos quatro meses, mas nesta publicação arrefeceram marginalmente com serviços caindo de 4,54% para 3,23% e Serviços Subjacentes com queda de 4,86% para 4,71%.

Com isso o IPCA-15 de fevereiro não nos gera grandes alterações para o cenário corrente e prospectivo de inflação baixa durante todo o ano. Para o fechado do ano de 2019 mantemos nossa expectativa de 3,9% de taxa de inflação (IPCA).

Próxima semana

Na próxima semana as atenções estarão voltadas para a divulgação do PIB brasileiro na quinta-feira (28).

A projeção de mercado na primeira semana de janeiro de 2018 para o crescimento econômico do ano era de 2,69% segundo o relatório Focus e finalizou a última semana de dezembro em 1,3%.

As projeções foram migrando para patamares cada vez menores conforme foi se observando a morosidade da retomada econômica e principalmente após a greve dos caminhoneiros em maio de 2018.

Além deste evento não recorrente, 2018 foi um ano de eleições gerais que aumentaram consideravelmente as incertezas no período eleitoral.

Também foi possível observar nos dados de emprego uma fragilidade do mercado de trabalho que a despeito da queda de 0,2 p.p na taxa de desemprego em relação à 2017 foi uma recuperação marcada por um crescimento do trabalho por conta própria e informal que fragilizam o consumo dada a flexibilidade na renda.

As vendas no varejo (PMC), a produção industrial (PIM-PF) e o setor de serviços (PMS) também apresentaram crescimento bastante restrito. Com taxas de crescimento anuais de 2,3% (Varejo), 1,1% (Indústria) e -0,1% (Serviços) em relação à 2017.

Com isso nossa projeção para o indicador é de crescimento de 0,2% no 4º trimestre contra o trimestre imediatamente anterior na série ajustada sazonalmente e de fechamento de 2018 (acumulado do ano) em 1,2% na série sem ajuste sazonal.

Rafael G. Cardoso, economista-chefe
rafael.cardoso@bancodaycoval.com.br

Antônio Castro
antonio.castro@bancodaycoval.com.br

Privacy Settings
We use cookies to enhance your experience while using our website. If you are using our Services via a browser you can restrict, block or remove cookies through your web browser settings. We also use content and scripts from third parties that may use tracking technologies. You can selectively provide your consent below to allow such third party embeds. For complete information about the cookies we use, data we collect and how we process them, please check our Privacy Policy
Youtube
Consent to display content from Youtube
Vimeo
Consent to display content from Vimeo
Google Maps
Consent to display content from Google
Spotify
Consent to display content from Spotify
Sound Cloud
Consent to display content from Sound