Dinheiro & Negócios

As consolidações de 2021 e os rumos para 2022

2021 se mostrou desafiador, mas menos agressivo do que se esperava. A consolidação dos indicadores, tais como inflação, andaram em linha com o que os empresários e investidores previam.

Assim, a inflação de 2021 fechou em 10,06%, sendo a maior desde 2015, mas o mercado previa, 9,99%.

Por sua vez, Roberto Campos Neto, presidente do Banco Central, em  carta aberta enviada  ao Ministro da Economia e presidente do Conselho Monetário Nacional, Paulo Guedes, tenta explicar os fatores que levaram a inflação a ficar bem acima do teto da meta, quer era de 5,25%.

Para ele, o preço de commodities, energia e falta de insumos levaram o país a estourar a meta de inflação em 2021.

A elevação, escreve ele na carta, envolveu todos os grupos de commodities (agropecuárias, metálicas e energéticas), mas com destaque para o preço do petróleo, que é medido pelo Brent, que tem maior peso  na inflação medida pelo IPCA, que justificaria o forte impacto no Indicador.

A Gasolina, teve alta de  47,49% (impacto de 2,34 pontos percentuais)  e a Energia elétrica com aumento de 21,21% (impacto de 0,98 p.p).

Mas, agora em 2022, temos um grande desafio: a meta central para o IPCA deste ano é de 3,50% e será oficialmente cumprida se o índice oscilar entre 2% e 5%.

Se a onda global de inflação continuar forte,  a atenção deverá ser grande, pois os meios produtivos industriais devem seguir preocupados com até que ponto adiantar  o estoque de insumos pode ajudar a conter os preços finais.

Um exemplo disso são as indústrias e  a agropecuária que já sofreram com os custos no ano passado, mas este ano, com aumento da área de plantio, os insumos dolarizados fazem atrasos nas entregas, já que a demanda é visivelmente maior.

Mas se a indústria e o campo estão buscando expansão, o otimismo mostra-se mais viável em um 2022,  que não podemos esquecer que é eleitoral.

Privacy Settings
We use cookies to enhance your experience while using our website. If you are using our Services via a browser you can restrict, block or remove cookies through your web browser settings. We also use content and scripts from third parties that may use tracking technologies. You can selectively provide your consent below to allow such third party embeds. For complete information about the cookies we use, data we collect and how we process them, please check our Privacy Policy
Youtube
Consent to display content from Youtube
Vimeo
Consent to display content from Vimeo
Google Maps
Consent to display content from Google
Spotify
Consent to display content from Spotify
Sound Cloud
Consent to display content from Sound