INVESTIMENTOS

Entenda o “novo normal” da renda fixa e como fazer o dinheiro render com juros baixos

Venha ou não uma segunda onda da pandemia, o principal efeito colateral da covid-19 sobre a economia já de faz sentir: a queda severa da demanda. Ela já havia sido abalada pela crise global de 2008 e, no Brasil, pela crise política e a recessão ocorridas mais recentemente. Diante de tanta fragilidade, o juro, um remédio amargo muito empregado no Brasil, tem agora o seu uso bem restringido.

E assim deve permanecer por muito tempo, o que impõem um desafio a um mercado que se acostumou a extrair da renda fixa um ganho polpudo, sem muito esforço. Ainda que por vias tortas, esses investidores agora têm de aprender a separar o joio do trigo, a analisar ativos diversos e de diferentes níveis de risco, se quiserem capturar rentabilidades diferenciadas sem sair dessa mesma classe.

“As operações de renda fixa, crédito privado, estão em outro momento”, afirma Roberto Kropp, diretor da Daycoval Asset Management. “É um normal diferente do que era antes, e acredito que veio para ficar.”

Esse “novo normal”, como tem sido classificado o cenário atual da renda fixa no Brasil, é na verdade mais parecido com a autêntica normalidade, antes distorcida por doses cavalares de juros, a fim de conter a pressão inflacionária, que se tornou endêmica no país. Com juros baixos, destaca-se o rendimento oferecido em papéis de crédito privado, como as debêntures.

Entenda um pouco mais sobre como encarar essa ‘nova normalidade’ da renda fixa no vídeo da live realizada por Kropp com Marcos Alexandre Lyra, Geisi Panontin Pereira e Enrico Cozzolino, da Daycoval Investimentos.

Privacy Settings
We use cookies to enhance your experience while using our website. If you are using our Services via a browser you can restrict, block or remove cookies through your web browser settings. We also use content and scripts from third parties that may use tracking technologies. You can selectively provide your consent below to allow such third party embeds. For complete information about the cookies we use, data we collect and how we process them, please check our Privacy Policy
Youtube
Consent to display content from Youtube
Vimeo
Consent to display content from Vimeo
Google Maps
Consent to display content from Google
Spotify
Consent to display content from Spotify
Sound Cloud
Consent to display content from Sound