Categorias

Como montar uma carteira de investimentos? Passo a passo para iniciantes

Para quem deseja investir seus recursos visando garantir o poder de compra e ainda aumentar seu patrimônio, é importante definir em quais investimentos aplicar. Neste artigo vamos apresentar dicas de como montar sua carteira de investimentos da melhor forma, de acordo com seu perfil. Confira!

Identifique seu perfil de investidor

Ter certeza do perfil de um investidor e todas as suas particularidades é o ponto inicial – e fundamental – para montar uma carteira de investimentos adequada. A apuração do perfil do investidor, portanto, verifica as características de quem está inclinado a fazer alguma aplicação.

Esses perfis são classificados de acordo com a exposição a riscos que o investidor pode aceitar. Tal análise está sempre diretamente relacionada às taxas de rentabilidade de cada aplicação.

Os perfis de riscos podem ser classificados como

  • Baixo;
  • Médio;

Rever esta parte acima, pois acredito eu que a classificação é “conservador”, “moderado” e “arrojado”, mas é preciso verificar de onde foi tirada a informação acima para confirmá-la, de qualquer forma, eu prefiro seguir a linha que seguimos sempre nos nossos comunicados, padrão ANBIMA

Cada tipo de investimento possui opções distintas de aplicação. Para que se tome alguma decisão sobre quais são as melhores, porém, deve haver adequação a cada perfil para que atendam os objetivos a serem alcançados pelo investidor.

Defina a estratégia de investimento

Com base na avaliação do perfil de investidor, passa a ser necessário estabelecer a estratégia de investimento. Assim, é possível definir opções de curto, médio e longo prazos mais adequadas e realistas possível. Tudo para que o investidor tenha um retorno dentro de suas expectativas.

Vejamos a seguir a questão de cada aplicação e a relação com prazos associados.

Indicações para aplicações de curto prazo

No curto prazo, os investimentos podem ser aplicados de seis meses até um ano. Neste grupo estão inseridos:

  • Certificados de Depósitos Bancários – CDB;
  • Fundos de Investimento;
  • LCA / LCI com prazos curtos, de 3 a 6 meses;
  • Todos os produtos que possuem liquidez imediata.
  •  

Opções para aplicações de médio prazo

No médio prazo, a intenção não é obter retornos imediatos, pois se pode manter os recursos alocados por um período maior, normalmente de um a dois anos. Dentro desta opção podemos citar:

  • Letras de Câmbio – LC;
  • Letras de Crédito Imobiliário – LCI com prazos de um ou dois anos;
  • Letra de Crédito do Agronegócio – LCA com prazos de um ou dois anos;
  • Letras Financeiras – LF.

 

Produtos para aplicações de longo prazo

Neste caso são as aplicações com prazos acima de três anos. Como compensação, tendem a apresentar as melhores taxas de rentabilidade. Há opções de carteiras de produtos de terceiros, com vencimentos mais longos e bastante atrativos.

Essa é uma opção para investidores que buscam por rentabilidade diferenciada, com recursos à disposição e que têm o tempo como principal aliado. Com uma boa análise, é possível diversificar o portfólio de investimentos em curto, médio e longo prazos. Com isso é possível aproveitar de uma maneira bastante eficiente todas as oportunidades oferecidas.

Ou seja: é possível combinar produtos com liquidez imediata e sem liquidez, bem como diferentes prazos de vencimento das aplicações. Com isso, o investidor consegue o benefício de ter diferentes datas de vencimento em sua carteira, obtendo a liquidez nos prazos determinados por sua estratégia.

A importância de diversificar investimentos

A diversificação de investimentos é uma das melhores formas de aplicar os recursos disponíveis, tanto para médio, quanto para longo prazo. Podemos considerar que, até mesmo no curto prazo, a estratégia é a mais adequada.

Isso, tendo em vista que o investidor pode optar por títulos com e sem liquidez diária, possibilita a obtenção de renda em qualquer situação e necessidade de resgate.

Investimentos com Liquidez diária

A liquidez diária é importante para garantir uma boa rentabilidade, combinada à possibilidade de resgate antecipado. Nessa estratégia, podem ser mencionadas as seguintes alternativas:

  • CDB;
  • Fundos de Investimento com baixas taxas de administração;

Para uma carteira sólida e rentável, é importante o acompanhamento e avaliação constantes do portfólio.  Essa é a melhor maneira de buscar o maior retorno possível, com adequação ao perfil atual do investidor.

Caso contrário, o investidor pode se frustrar com a obtenção de resultados indesejados.

Entendendo o seu perfil de investimento e com uma boa assessoria, certamente você estará no caminho certo para se tornar um investidor bem-sucedido e informado das melhores alternativas de aplicações.

Conclusão

Ter uma estratégia adequada ao seu perfil e objetivos claros em relação aos seus investimentos é uma ação importante para que você construa uma carteira de diferenciada.

De qualquer forma, utilizar a estratégia da diversificação das aplicações servirá para a diminuição de riscos e trará a possibilidade de ganhos em diferentes produtos.

O Banco Daycoval está ao seu lado para oferecer toda a assessoria e as melhores alternativas de investimento para obtenção de seus objetivos. Conte com a tradição e a solidez de uma instituição com 50 anos de mercado. Acesse o site e confira os melhores produtos à disposição.

Recomendar Conteúdo:
WhatsApp
LinkedIn
Twitter
Facebook

Quem leu essa matéria também gostou

Matérias mais lidas

Gostaria de receber novidades?

    Prometemos não utilizar suas informações de contato para enviar qualquer tipo de SPAM.

    WhatsApp
    LinkedIn
    Twitter
    Facebook

      Ei, tá curtindo o nosso Blog?

      Inscreva-se para receber as nossas novidades dicas financeiras exclusivas e conteúdo especial na sua caixa de entrada.




      Obrigado por se inscrever!