Categorias

É um bom momento para investir na Bolsa de Valores?

Ainda que muito volátil, a bolsa brasileira começa a dar sinais de recuperação. Isso pode ser considerado um indicador de que o movimento para conter o avanço do coronavírus está sendo bem recebido pelos investidores e mostra que, mesmo com muita cautela, é momento de agir.

Mas será que é hora de investir na Bolsa de Valores?

Primeiro, avalie se a sua carteira já está distribuída conforme o seu perfil, o seu apetite por risco. Se você é conservador, não será em meio a uma crise que é o momento de fazer movimentos mais arrojados na sua carteira, por mais baixa que esteja a taxa de juros.

Mas, embora ainda não se tenha total clareza dos impactos da pandemia no mercado, se o seu perfil indica que há espaço na sua carteira para alguma mexida, a queda de preços generalizada na bolsa pode apresentar algumas boas oportunidades. 

Segundo Enrico Cozzolino, analista da Daycoval Investimentos, muitas ações vêm sendo negociadas a preços que não condizem com os bons fundamentos que as respectivas empresas possuem. Nada é garantido no mercado, mas, se o horizonte de investimento é maior que um ano, ações que estejam nessa situação indicam que, se usar o seu caixa disponível agora para montar uma carteira com bons papéis, é muito provável que você se beneficie desse ajuste, quando a pandemia for controlada e a economia retomar seu curso.

Oportunidades em blue chips e small caps

Começar pelas blue chips – ações mais negociadas na Bolsa – pode ser uma boa tática. Justamente por terem maior liquidez, são as primeiras a serem vendidas por grandes investidores que desmontam suas posições, liderando a baixa no momento mais agudo da crise. Examine, dentre essas, quais correspondem a empresas que possuem maior estabilidade de receita, mesmo em momentos difíceis. Aquelas companhias que, historicamente, apresentam crescimento constante e geração de caixa sempre robusta.

Pronto, nesse grupo você já terá papéis que, ao menor sinal de melhora do cenário, tendem a recuperar valor e a se manter em um patamar mais elevado do que aquele em que se encontra atualmente. Empresas do setor elétrico ou de saneamento, por exemplo, podem superar crises de maneira mais tranquila do que as de outros segmentos, pois prestam serviços essenciais e possuem contratos que garantem a prestação de seus serviços futuramente.

Para Cozzolino, ainda que sofram em alguma medida o impacto da pandemia sobre a economia, os resultados dessas empresas não devem ser tão penalizados como foram após a crise. Por isso, priorize aquelas que tradicionalmente distribuem uma proporção elevada dos seus resultados, as boas pagadoras de dividendos e lucro sobre capital próprio.

Já small caps, ou empresas com valor de mercado mais baixo e liquidez em bolsa mais tímida, requerem uma seletividade maior, neste momento, segundo o analista.

“Vamos fazer uma analogia com o varejo no cenário atual. O grande varejista tende a sofrer bem menos do que aquelas lojas ou supermercados de bairro. Com ações, a lógica tende a ser mais ou menos a mesma. Se uma empresa possui grande valor de mercado, pode estar mais bem preparada para enfrentar as consequências da turbulência, pois geralmente apresenta ganhos de escala, ativos, alavancagem e prêmio de risco mais favoráveis aos investidores do que uma empresa pequena ou uma que acabou de abrir o capital e já enfrentando um cenário mais adverso.”

Apesar da expectativa positiva para as empresas da chamada “primeira linha da bolsa”, não especule com a possibilidade de ganhos rápidos. Mesmo para empresas grandes e com balanços robustos, mas que sofreram quedas muito bruscas, seja direta ou indiretamente causadas pela crise, a perspectiva é de uma retomada gradual. É o caso de companhias de setores como aéreo, turístico ou de varejo.

Uma boa instituição gera boas oportunidades

Para manter seus investimentos bem posicionados, procure uma instituição financeira segura e uma equipe de especialistas qualificada, como o Banco Daycoval. Com mais de 50 anos de história, o Daycoval busca a satisfação de seus clientes e as melhores oportunidades de investimento para seguirem tranquilos, mesmo em momentos de crise.

Recomendar Conteúdo:
WhatsApp
LinkedIn
Twitter
Facebook

Quem leu essa matéria também gostou

Matérias mais lidas

Gostaria de receber novidades?

    Prometemos não utilizar suas informações de contato para enviar qualquer tipo de SPAM.

    WhatsApp
    LinkedIn
    Twitter
    Facebook

      Ei, tá curtindo o nosso Blog?

      Inscreva-se para receber as nossas novidades dicas financeiras exclusivas e conteúdo especial na sua caixa de entrada.




      Obrigado por se inscrever!