Categorias

Deflação: entenda o significa da inflação negativa que o Brasil registrou em agosto

O IBGE divulgou hoje o resultado do Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA). O indicador de agosto registrou queda de 0,36%, sendo o segundo mês consecutivo de deflação, ou seja, a queda de preços de produtos e serviços. 

Como impacta o seu bolso?

A principal causa da deflação é o aumento da oferta de produtos e a queda da demanda. Apesar da redução de preços parecer algo positivo, a deflação por longos períodos (o que não é o caso agora) pode colocar a economia em risco, resultando, por exemplo, na perda de empregos. Sendo assim, podemos considerar que a oscilação dos preços funciona como um termômetro para a economia.

Entenda a deflação

Com o exemplo abaixo, é possível entender que, seja você empregado, empresário ou investidor, a deflação persistente pode ser bem desfavorável.

Suponha que um produtor de bananas não consiga vender toda a sua produção e decida diminuir os preços para aumentar as vendas.

Contudo, ainda assim, ele não consegue vender tudo e tem prejuízo, o que leva à demissão de funcionários.

Os funcionários que perderam o emprego ficaram sem renda e reduziram o consumo e passaram a comprar menos no mercado.

O dono do mercado sofre com a redução das vendas e faz menos pedidos à indústria de alimentos, que também tem o seu faturamento afetado e diminui a compra de insumos, como a banana, por exemplo.

Viram como a deflação, que a princípio parece boa, envolve um encadeamento de acontecimentos negativos?

É por isso que o cenário ideal prevê uma alta controlada dos preços a cada espaço de tempo, melhorando também outros indicadores importantes, como o consumo, a renda da população e a geração de empregos.

Por isso, ao investir, é importante considerar tanto a proteção contra a inflação, preservando o seu poder de compra com aplicações atreladas ao IPCA, como a deflação, formando uma reserva de emergência com liquidez para possíveis momentos de crise.

Recomendar Conteúdo:
WhatsApp
LinkedIn
Twitter
Facebook

Quem leu essa matéria também gostou

Matérias mais lidas

Gostaria de receber novidades?

    Prometemos não utilizar suas informações de contato para enviar qualquer tipo de SPAM.

    WhatsApp
    LinkedIn
    Twitter
    Facebook

      Ei, tá curtindo o nosso Blog?

      Inscreva-se para receber as nossas novidades dicas financeiras exclusivas e conteúdo especial na sua caixa de entrada.




      Obrigado por se inscrever!