PALAVRA DO ECONOMISTA

Morning Call – Exterior com liquidez reduzida e IBC-Br no foco doméstico

Internacional

No exterior, é feriado nos Estados Unidos e o foco recai para Fórum Econômico Mundial onde falarão chefes de Estado de diversos países entre outras autoridades. Na sessão de hoje são esperadas as falas as do Presidente da China, Xi Jinping; do Conselheiro médico chefe da Presidência dos EUA, Anthony Fauci; do Secretário-geral da Organização das Nações Unidas, Antonio Guterres; e do Primeiro-ministro da Índia, Narendra Modi.

Já na agenda de indicadores e eventos nesta semana, continua a divulgação dos balanços e resultados de companhias americanas e na agenda macroeconômica, foco para a decisão de política monetária do Banco Central do Japão (BoJ, na sigla em inglês) nesta terça-feira (18), porém não é esperado sinalização muito diferente da já emitida pelo BC japonês, logo a decisão deve ser apenas monitorada.

Foco também para os dados de inflação de dezembro de países da Europa e da Zona do Euro, como Reino Unido e Alemanha. No Reino Unido, de forma surpreendente e devido à alta de inflação vivida no País levou o Banco da Inglaterra (BoE, na sigla em inglês) a elevar suas taxas de juros de 0,1% para 0,25%. Com isso, dirigentes do BoE assim como dirigentes do Fed (BC americano), ficam no radar devido à possíveis sinalizações que estes possam emitir sobre a condução futura da política monetária em seus países. Além dos dados de inflação ao consumidor, também conheceremos dados de inflação ao produtor nesta semana.

Brasil

No Brasil, a agenda é mais contida e a divulgação do índice de atividade econômica do Banco Central do Brasil (IBC-Br) nesta segunda-feira, tende a chamar atenção devido ao forte desempenho do varejo e serviços na semana passada. O IBC-Br é a principal proxy do PIB em termos mensais. Caso o resultado do indicador para o mês de novembro também apresente desempenho acima do esperado, é possível que vejamos estabilidade nas projeções de PIB para 2021 e 2022 que têm sofrido com revisões negativas nas divulgações do relatório Focus.

Fonte: Broadcast, Bloomberg e Valor Econômico

Rafael G. Cardoso, economista-chefe

rafael.cardoso@bancodaycoval.com.br

Julio Mello de Barros, economista

julio.barros@bancodaycoval.com.br

Antônio Castro, analista econômico

antonio.castro@bancodaycoval.com.br

Privacy Settings
We use cookies to enhance your experience while using our website. If you are using our Services via a browser you can restrict, block or remove cookies through your web browser settings. We also use content and scripts from third parties that may use tracking technologies. You can selectively provide your consent below to allow such third party embeds. For complete information about the cookies we use, data we collect and how we process them, please check our Privacy Policy
Youtube
Consent to display content from Youtube
Vimeo
Consent to display content from Vimeo
Google Maps
Consent to display content from Google
Spotify
Consent to display content from Spotify
Sound Cloud
Consent to display content from Sound