PALAVRA DO ECONOMISTA

Morning Call – Exterior positivo e IPCA-15 no destaque local

No exterior, as bolsas asiáticas fecharam em alta nesta terça-feira, seguindo o tom positivo de Wall Street ontem, à medida que preocupações com a tendência de alta da inflação global diminuíram e o apetite por risco ganhou força.

Nos EUA, os índices futuros das bolsas de Nova York operam em alta, sugerindo mais um dia de ganhos nos mercados à vista, num momento de menor preocupação com a tendência de alta da inflação, refletido também no recente comportamento de baixa dos juros dos Treasuries de mais longo prazo.

Na Europa, as bolsas ganharam leve força após a divulgação do índice Ifo de sentimento das empresas da Alemanha, que subiu mais do que o esperado em maio. O indicador saiu de 96,6 pontos em abril para 99,2 pontos em maio, atingindo o maior patamar em dois anos, segundo pesquisa divulgada hoje pelo instituto alemão. O resultado deste mês superou a expectativa que previam avanço do indicador a 98 pontos. A leitura de abril foi ligeiramente revisada para baixo, de 96,8 pontos originalmente.

Ontem, as bolsas de Nova York tiveram ganhos generalizados, com destaque para o setor de tecnologia. O bom humor veio num momento de alívio em temores de que pressões inflacionárias possam antecipar a normalização da política monetária. Nos últimos meses, dirigentes de grandes bancos centrais, como Fed, BCE e BoE, têm avaliado que a alta dos preços – fruto do processo de recuperação econômica após os choques da pandemia de covid-19 – é apenas temporária.

Ainda na seara de indicadores macroeconômicos, o Produto Interno Bruto (PIB) alemão encolheu mais do que originalmente estimado no primeiro trimestre de 2021, segundo dados divulgados o PIB encolheu 1,8% no primeiro trimestre de 2021 ante o quarto trimestre de 2020, aponta a segunda leitura da Destatis, agência oficial de estatísticas do país. A queda veio um pouco mais acentuada em relação à leitura preliminar do indicador, divulgada em 30 de abril pela Destatis, que indicava recuo de 1,7%.

Nas próximas horas, investidores na Europa vão acompanhar comentários de autoridades do Banco Central Europeu (BCE) e do Banco da Inglaterra (BoE), assim como do Federal Reserve (Fed, o BC americano).

No Brasil, destaque para o IPCA-15 de abril, cujo resultado divulgado pelo IBGE há pouco, mostrou alta de 0,44% em maio, abaixo do esperado por nós (0,49%) e do mercado (0,55%). Com este resultado o acumulado em 12 meses acumula alta de 7,27%.

De qualquer modo, na segunda metade de maio é esperada aceleração, especialmente por conta do peso da conta de luz, com isso o IPCA do mês fechado deverá fechar em torno de 0,5%.

Na seara política, o Senado ficará responsável pela análise de duas etapas da reforma tributária, disse o presidente da Casa, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), após reunião com o presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), e com o ministro da Economia, Paulo Guedes.

E o presidente da CPI da Covid, senador Omar Aziz (PSD-AM), afirmou ontem que o colegiado vai votar na próxima quarta-feira requerimentos para a convocação de “pelo menos” 9 governadores e 12 prefeitos e ex-prefeitos.

Fonte: Broadcast, Bloomberg e FGV

Rafael G. Cardoso, economista-chefe

rafael.cardoso@bancodaycoval.com.br

Antônio Castro, analista econômico

antonio.castro@bancodaycoval.com.br

Privacy Settings
We use cookies to enhance your experience while using our website. If you are using our Services via a browser you can restrict, block or remove cookies through your web browser settings. We also use content and scripts from third parties that may use tracking technologies. You can selectively provide your consent below to allow such third party embeds. For complete information about the cookies we use, data we collect and how we process them, please check our Privacy Policy
Youtube
Consent to display content from Youtube
Vimeo
Consent to display content from Vimeo
Google Maps
Consent to display content from Google
Spotify
Consent to display content from Spotify
Sound Cloud
Consent to display content from Sound