O Daycoval

No encerramento do 9M21, principais indicadores do Banco Daycoval reforçam a estratégia no equilíbrio de captação de recursos e diversificação de carteira

Elevado índice de cobertura e provisão reflete o bom desempenho dos indicadores operacionais para um cenário desafiador em 2022

O Banco Daycoval encerrou o terceiro trimestre com crescimento significativo das receitas em todas as verticais de negócios, com lucro líquido recorrente de R$ 965,8 milhões no acumulado de janeiro a setembro (9M21), 10,9% superior em comparação ao mesmo período de 2020. A rentabilidade sobre o patrimônio líquido médio (ROAE recorrente) encerrou o período em 25,9% contra 28,9% no 9M20.

Quando comparado ao segundo trimestre deste ano, o lucro líquido recorrente apresentou decréscimo de 9,2%, fechando em R$ 302,5 milhões no 3T21, crescimento de 1,7% quando comparado ao 3T20.

As operações de crédito permanecem em evolução constante, alcançando R$ 41 bilhões no acumulado até setembro de 2021, alta de 2,9% no trimestre e 31,5% no período de 12 meses. A recorrência do segmento de Empresas foi o destaque, contribuindo com 35,9% da variação anual da carteira de crédito total, já o crédito para pessoa física representou 20,3% desta variação. A Carteira de empresas atingiu o saldo de R$ 31 bilhões em setembro de 2021, crescimento de 1,8% em relação ao 2T21 e 35,9% no acumulado de 12 meses. Até setembro, o crédito à pessoa física totalizou R$ 9,7 bilhões, alta de 36,3% contra o mesmo período de 2020. Entre as conquistas, está a aceleração de iniciativas digitais para aumentar a eficiência operacional e também levar mais encantamento à jornada do cliente.

“O bom desempenho do segmento empresas se deve ao processo de digitalização interna e à estratégia de oferecer experiências relevantes por meio de produtos, serviços e atendimento adequados ao perfil do cliente, buscando promover o seu crescimento”, afirma Ricardo Gelbaum, Diretor de RI.

Em linha com a evolução dos principais indicadores financeiros, destaque para a atuação do Daycoval no mercado de capitais com emissão e estruturação de Debêntures que, desde o início de suas operações no segundo trimestre, já soma o saldo de R$ 268,9 milhões, crescimento de 83,9%.

A captação total somou R$ 41,1 bilhões no terceiro trimestre, evolução de 28,5% em comparação ao mesmo período do ano anterior. A expansão dos negócios foi praticamente em todas as linhas, refletindo o movimento observado ao longo do período. No 3T21, o Daycoval obteve um novo empréstimo de US$ 151 milhões (aproximadamente R$ 800 milhões), concedido pela IFC, membro do Grupo Banco Mundial, e sindicato de bancos, para oferecer linhas de financiamento de capital de giro

a pequenas e médias empresas lideradas por mulheres, principalmente de regiões menos favorecidas do País. Desse total, U$$ 16,0 milhões foram captados em outubro. Esta segunda etapa complementou a linha inicial de US$ 384 milhões, assinada em abril de 2021.

No segmento de captação local, o Daycoval concluiu a décima emissão de Letras Financeiras, no valor total de R$ 1 bilhão. A Oferta teve demanda de 55 investidores institucionais, com alocação de 31. O montante foi dividido em três séries, com vencimento das operações em 2, 3 e 4 anos.

“Continuaremos com nosso foco no equilíbrio dos recursos captados, seja por meio do alongamento das operações, ou por meio da sólida expansão da nossa base de clientes, característica esta que marca os mais de 50 anos de experiência da empresa na gestão do crédito, no casamento de ativos e passivos e constante eficiência no custo”, relata Gelbaum.

O índice de Basileia encerrou em 14% ao final período, com Índice de Eficiência Recorrente de 29,6%, no acumulado até setembro. Ao fim do período, a inadimplência da carteira de crédito do Daycoval permanece estável. O índice de inadimplência acima de 90 dias foi de 1,6% no 3T21, estável em comparação ao trimestre anterior, representando 0,3 pontos percentuais abaixo em comparação ao mesmo período do ano anterior.

Com o objetivo de alavancar o crescimento de todas as operações, o investimento em recursos e pessoas permanece avançado, atingindo uma elevação de 2,4% no 3T21 e 20,2% contra 2020, totalizando atualmente 2.915 colaboradores. No terceiro trimestre, as despesas com pessoas tiveram um acréscimo de 9,1% devido ao dissídio coletivo programado para o período.

Principais destaques 3T21 e 9M21

Lucro Líquido
R$ 334,7 milhões no 3T21 | +12,8% sobre 2T21
R$ 1.068,0 milhões no 9M21 | + 13,2% sobre 9M20

Lucro Líquido Recorrente
R$ 302,5 milhões no 3T21 | -9,2% sobre 2T21 R$ 965,8 milhões no 9M21| + 10,9 % sobre 9M20

Patrimônio Líquido de Referência
R$ 5.797,2 milhões | +20,9% em 12 meses

Gestão, Custódia e Administração
R$ 42,8 bilhões de ativos com 376 fundos

Daycoval Asset Management
R$ 8,1 bilhões de ativos sob gestão

Daycoval Câmbio
R$ 4,1 billhões (3T21) e 10,6 bilhões (9M21) transacionados

As demonstrações financeiras completas estão disponíveis no site do Banco Daycoval www.daycoval.com.br/ri

Privacy Settings
We use cookies to enhance your experience while using our website. If you are using our Services via a browser you can restrict, block or remove cookies through your web browser settings. We also use content and scripts from third parties that may use tracking technologies. You can selectively provide your consent below to allow such third party embeds. For complete information about the cookies we use, data we collect and how we process them, please check our Privacy Policy
Youtube
Consent to display content from Youtube
Vimeo
Consent to display content from Vimeo
Google Maps
Consent to display content from Google
Spotify
Consent to display content from Spotify
Sound Cloud
Consent to display content from Sound