Categorias

Quais documentos você precisa separar para fazer a declaração do Imposto de Renda?

Dentro de algumas semanas começará a etapa fiscal mais importante do ano para as pessoas físicas. A Receita Federal disponibilizará o programa para a Declaração do Imposto de Renda Pessoa Física (IRPF) 2022. Para muitos, este pode ser um momento estressante e cansativo. Mas saiba que é possível fazer a sua declaração já nos primeiros dias com tranquilidade seguindo poucos passos. Para isso, o primeiro passo é que começar a organizar os documentos necessários o quanto antes.

Como a declaração é sempre sobre os rendimentos e gastos do ano anterior, já é possível antecipar-se e organizar todos os documentos de 2021, tornando o compromisso com o Leão mais simples, rápido e com menor margem para erros.

O IRPF deve ser entregue por trabalhadores com CLT, funcionários públicos, empresários e trabalhadores autônomos. Ou seja, por toda a população economicamente ativa incluída nas faixas de rendimento tributado da Receita Federal, acima de ganhos mensais de R$ 1.903,98.

O Banco Daycoval preparou aqui algumas recomendações para que você tenha maior facilidade na hora de iniciar os preenchimentos da sua declaração. Confira:

Quais documentos são necessários para a declaração do IRPF?

Para a Declaração do Imposto de Renda o contribuinte precisa ter em mãos seus dados de identificação pessoal, como CPF e também o título de eleitor. Ah, não esqueça que para importar os dados da declaração do ano anterior é preciso estar com o recibo de entrega da declaração à Receita Federal para que o programa consiga importar essas informações.

É fundamental que, ainda que você já tenha os dados do ano anterior na plataforma, você esteja com todas as informações fazer possíveis atualizações. Para isso, busque todos os documentos do IR atualizados.

Caso essa seja a sua primeira declaração de IRPF, tenha em mãos CPF, RG, título de eleitor, comprovantes de residência, informes de rendimentos do empregador, informes de rendimentos fornecidos pelos bancos, relação de bens móveis e imóveis com extratos de saldo devedor em caso de financiamento. E, caso seja casado, precisa também estar com as informações do parceiro para incluir na declaração.

Importante: lembre-se que, caso você tenha contratado algum empréstimo, é preciso informar na sua declaração o montante e qual o saldo a pagar junto à instituição financeira.

A Receita Federal oferece as opções de declaração Simplificada ou Ampliada, o que deve alterar as exigências de informações e também os percentuais de dedução do IR.

Que outros documentos preciso para a declaração de IR?

Os contribuintes com dependentes ou que tenham despesas pessoais com educação devem separar todos os comprovantes de gastos com educação, como creche, escola e faculdade. Esses documentos precisam conter o CNPJ das instituições.

Também são necessários notas e recibos de despesas com saúde, pessoais ou de dependentes, de consultas médicas e odontológicas a custos de planos de saúde.

Caso você possua previdência complementar, inclua os comprovantes de pagamento. As instituições financeiras disponibilizam esses dados para os clientes nos primeiros meses de cada ano.

Compra e venda de bens

Não esqueça dos documentos relacionados à compra e venda de bens (móveis e imóveis). Tudo precisa ser declarado à Receita Federal. Caso o você tenha vendido um imóvel, carro ou outros bens no ano de 2021, deve estar com os contratos, notas fiscais e outros recibos relacionados a essas operações para informar na declaração.

Caso a aquisição desses bens tenha ocorrido via financiamento bancário, não se esqueça de incluir o nome do banco, o montante financiado, o valor da entrada e das prestações.

No caso de recebimento de heranças, inclua escrituras e comprovantes da origem dos bens.

Quais os documentos necessários para a declaração de investimentos no IRPF?

Todo e qualquer investimento precisa ser declarado no imposto de renda anual, seja ele renda fixa ou variável. Vale lembrar que cada aplicação possui pedidos de dados distintos para a declaração desses investimentos, sendo que as aplicações em renda fixa já têm descontado o IR pela instituição financeira no momento do resgate do valor. Mas há produtos que são isentos de IR, mas nem por isso devem ficar fora da declaração. Portanto, atenção a esses dados e solicite à instituição as informações para incluir na declaração do IR.

A poupança, por exemplo, é isenta de IR, mas ainda assim precisa ser declarada pelo contribuinte. Neste caso, você precisa informar o saldo em conta e os dados da instituição financeira. Dentro do formulário do IRPF, há um espaço específico para esse tipo de operação ser declarada.

Investi em ações, quais documentos preciso para a declaração do IRPF?

Os contribuintes que investiram no mercado de ações devem declarar seus investimentos e os resultados dessas operações, ou seja, o retorno obtido com as aplicações.

É recomendável que você que investe em renda variável mantenha um controle mensal sobre essas operações, pois isso ajuda também a monitorar a rentabilidade de suas aplicações e identificar o que é tributável ou não. Para o IR, você deve separar e conferir todos os documentos, evitando assim erros e problemas com a Receita Federal.

Lembre-se, para calcular os resultados, você deve ter em mãos todos os comprovantes de operações de corretagem. Essas informações costumam vir em formato de extrato fornecido pelas instituições que intermediaram as compras e vendas de papéis e a partir desses dados é possível fazer os cálculos.

Agora que você já sabe tudo que precisa separar para declarar seu imposto de renda, que tal começar pelo seu informe de rendimentos aqui no Banco Daycoval? Veja como é fácil pegar o seu informe:

Para clientes da área de Financiamento – Veículos:

Opção 01: Ligue Central de Atendimento ao cliente (CAC), no telefone 0300 111 0500.

Opção 2: Entre no chat pelo App Dayane e acesse:

  • Pessoa Física: Financiamento de Veículos -> Para você -> * Mais Opções * -> Informe Anual de Saldo e Pagamentos.
  • Pessoa Jurídica: Financiamento de Veículos -> Para sua empresa -> * Mais Opções * -> Informe Anual de Saldo e Pagamentos.

Produto Investe:

Você pode obter o informe de rendimentos referente ao ano vigente pelo Site ou Chat App Dayane:

Opção conta corrente>minha conta >Informe de Rendimento.

Clientes com conta encerrada poderão fazer a solicitação diretamente pelo e-mail: daycoval.digital@bancodaycoval.com.br

Recomendar Conteúdo:
WhatsApp
LinkedIn
Twitter
Facebook

Quem leu essa matéria também gostou

Matérias mais lidas

Gostaria de receber novidades?

    Prometemos não utilizar suas informações de contato para enviar qualquer tipo de SPAM.

    WhatsApp
    LinkedIn
    Twitter
    Facebook

      Ei, tá curtindo o nosso Blog?

      Inscreva-se para receber as nossas novidades dicas financeiras exclusivas e conteúdo especial na sua caixa de entrada.




      Obrigado por se inscrever!