Dinheiro & Você

O que é Fiagro e como investir

A cada ano, o Brasil bate recordes de produção de grãos e de exportações de carne, configurando-se dessa maneira como um líder mundial em produção agropecuária. Esse crescimento na produção e na produtividade do setor agropecuário ocorre graças às inovações que têm chegado ao campo, o que deve ganhar um ritmo ainda maior com o lançamento do Fiagro (Fundo de Investimento nas Cadeias Produtivas Agroindustriais), que levará mais capital para o setor.

Assim como em outras áreas produtivas, agora o agronegócio contará com a participação mais efetiva do mercado financeiro, trazendo para o mundo rural os interessados em investir no Fiagro, ampliando cada vez mais a participação de investidores na economia nacional.

 Os primeiros Fiagros foram lançados em 2021. Por ser uma modalidade de fundo recente, ainda existem dúvidas sobre esse tipo de produto. Entretanto, por se tratar de um setor muito promissor, também há grande interesse por parte dos investidores. Se você também acredita no potencial do agronegócio e quer saber mais sobre fiagros, continue lendo este artigo, pois você vai entender como funciona um fiagro, quais os tipos existentes, quais suas vantagens e como investir. Boa leitura!

O que é Fiagro?

Fiagro significa Fundo de Investimento nas Cadeias Produtivas Agroindustriais. O Fiagro foi criado seguindo o modelo dos fundos imobiliários, com a diferença de que neste caso os investimentos são em ativos do agronegócio. Em outras palavras, são fundos criados para o levantamento de investimentos na cadeia do agronegócio, que podem ir desde ativos imobiliários a insumos e produção do setor. Cada fundo coordena a sua estratégia de alocação de recursos, com ampla variedade de ativos, mas todas elas dentro da atividade agroindustrial. Eles surgem como uma alternativa de financiamento para o agronegócio do país e devem garantir a expansão das cadeias agrícolas.

Quais são as principais características dos Fiagros?

A principal característica do Fiagro é a ampliação da capacidade de investimento no agronegócio, abrindo um leque de oportunidades para todos que desejam diversificar ainda mais suas aplicações. Uma novidade que surge para democratizar ainda mais a área de investimento, pois qualquer um pode investir nesse segmento que é responsável atualmente pela maior contribuição para o PIB do Brasil, inclusive você!

Quais são os tipos de Fiagro?

Existem três tipos de Fiagro: Direitos Creditórios (Fiagro-FIDC), Imobiliários (Fiagro-FII) e Participações (Fiagro-FIP). Cada um desses tipo é destinado a uma classe de investimento dentro do Fiagro.

No Fiagro Direitos Creditórios, há uma associação de investidores que destina ao menos 50% do patrimônio líquido a aplicações em Direitos Creditórios, que são os créditos a receber. Ou seja, são aplicações em títulos de créditos formados por contas a receber de uma empresa.

O Fiagro Imobiliário é a modalidade que garante investir em terras agrícolas. Como imóveis rurais são de alto valor, aqui a cotização viabiliza a aquisição desses imóveis por meio dos recursos do fundo.

No caso do Fiagro FIP, ou Participações, os investidores podem adquirir participações em empresas agrícolas. Ou seja, um pequeno investidor tem a chance de ter a participação em um negócio do agro sem a necessidade de fazer um aporte financeiro muito alto.

Quem pode investir no Fiagro?

Qualquer pessoa física ou jurídica, do Brasil ou do exterior, pode fazer investimentos por meio do Fiagro. Ou seja, qualquer um pode se tornar um investidor do Fiagro. Lembrando que há três modalidades: direitos creditórios, imobiliários e participações.  Portanto, veja qual o tipo que mais se adequa ao seu perfil.

Quais são as vantagens do Fiagro?

Não restam dúvidas de que o fiagro é um produto de investimento com grande potencial. Isso fica ainda mais claro quando analisamos o cenário atual: em novembro de 2021, apenas sete meses após a instituição da lei que criou o Fiagro, 31 fundos desse tipo já estavam registrados na CVM, com valores de emissão próximos a R$ 7 bilhões. Desse total, R$ 6 bilhões se referem a Fiagro-FII (Imobiliários).

O principal diferencial do Fiagro é que são necessários apenas R$ 9 (nove reais) para começar a investir. Ou seja, super democrático e acessível ao público em geral. E, como quem investe quer saber como é remunerado, no caso do Fiagro, a grande vantagem é que o pagamento dos dividendos é mensal. Ah, e não para por aí: os dividendos estão isentos de Imposto de Renda.

Soma-se a todas essas vantagens o fato desse tipo de fundo estar ligado a um dos setores da economia que mais crescem: o agronegócio.

Como posso investir em Fiagro?

Para investir no Fiagro você precisa abrir uma conta em uma instituição financeira que ofereça este produto e negociar via home broker, como no Daycoval Investimentos. Para fazer a compra de participações dentro da plataforma, você precisa digitar o ticker – código de identificação do ativo – para fechar a compra.

Caso você queira informações sobre Fiagro, procure um dos especialistas do Daycoval.

Privacy Settings
We use cookies to enhance your experience while using our website. If you are using our Services via a browser you can restrict, block or remove cookies through your web browser settings. We also use content and scripts from third parties that may use tracking technologies. You can selectively provide your consent below to allow such third party embeds. For complete information about the cookies we use, data we collect and how we process them, please check our Privacy Policy
Youtube
Consent to display content from Youtube
Vimeo
Consent to display content from Vimeo
Google Maps
Consent to display content from Google
Spotify
Consent to display content from Spotify
Sound Cloud
Consent to display content from Sound