O Daycoval

Teve o celular roubado? Saiba o que fazer

Perdeu ou teve o seu celular roubado? Então, não perca tempo e acione a função de localizar o aparelho remotamente. Caso seja confirmado o roubo, acesse os aplicativos de bloqueio remoto de celulares a partir de um computador ou dispositivo confiável e evite que os criminosos tenham acesso às informações do seu aparelho. Caso seu celular não conte com esses mecanismos, você pode fazer o bloqueio por IMEI entrando em contato com a operadora.

Passada essa etapa, vale entrar em contato com a sua operadora de telefonia e solicitar o bloqueio do chip, para que ninguém use sua linha.  Depois dessas etapas, a dica é você registrar um boletim de ocorrência, o que pode ser feito em delegacias virtuais.

Como atualmente salvamos um grande volume de informações em nossos celulares, a recomendação é que você tome todas as medidas para evitar que falsários tenham acesso a esses dados e os usem indevidamente. Por isso, preparamos aqui uma série de dicas para te ajudar.

O que fazer se o seu celular for roubado?

  1. Bloqueie o aparelho

Se o celular foi roubado, use as ferramentas de bloqueio remoto e evite que suas fotos, cartões e e-mail sejam acessados por criminosos. Usuários de Iphone contam com as funções do Apple/iPhone e aparelhos do sistema Android como Google/Android, de onde podem fazer o rastreamento sem acionar o toque sonoro, para então darem comando para limpar conteúdos e proteger seus dados.

Use a função para apagar remotamente todos os dados. Assim, todos os arquivos armazenados no dispositivo ficam inacessíveis e suas informações protegidas. No IOS chama-se “Apagar dispositivo”, enquanto no Android é “Limpar dispositivo”.  Ah, não esqueça de acionar também a operadora de celular e fazer o bloqueio via IMEI, este número consta na nota fiscal do produto. O recomendado é que você descubra e guarde esse número em um lugar seguro assim que adquirir o dispositivo. Para isso, digite o código *#06# em seu teclado e anote o número (ou números, no caso de aparelhos com mais de um chip) exibido na tela.

Caso seu celular seja roubado, você deve informar o código à sua operadora usando o número específico usado por ela:

  • Claro – 1052
  •  Oi – 1057 ou *144
  •  TIM – 1056 ou *144
  • Vivo – 1058 ou *8486
  • Nextel – 1050 ou (11) 4004-6611
  1. Bloqueie o chip

Independente do bloqueio remoto de acesso ao aparelho celular, você deve entrar em contato com a sua operadora para solicitar o bloqueio do chip. Isso é muito importante para evitar que os criminosos façam uso de sua linha ou que acessem os seus contatos, tendo em vista que as informações de agenda ficam salvas no chip também.

  1. Avise bancos e operadoras de cartão

Como forma de prevenção, a sugestão é que você comunique seu banco e as operadoras de cartão de crédito sobre o roubo do seu aparelho celular. Isso vale se você usava aplicativos bancários ou tinha salvas informações de cartões em seu celular. Dessa maneira, transações suspeitas podem ser evitadas. Vale também deletar remotamente os aplicativos de bancos e cartões. Durante o processo, você também pode pedir para recuperar seu número, o que provavelmente será feito após o agendamento de um atendimento. Assim que você resolver o problema, é recomendável desativar seu WhatsApp entrando em contato pelo e-mail support@whatsapp.com com uma mensagem com as palavras-chave “Perdido/Roubado: por favor, desative minha conta” no título. No corpo do texto, informe o número do telefone roubado acompanhado do código do país (+55 para o Brasil) e o DDD.

Uma dica fundamental é que, sempre que você for vítima de situações como essa, verifique todas as suas contas e suspenda qualquer compra ou contratação de produtos que você não reconheça como sua.

  1. Troque todas as suas senhas

Nestes casos, exagerar é preciso. Por isso, nossa orientação é que você faça a troca de todas as senhas de acessos a contas bancárias, cartões, e-mails e redes sociais. Dessa forma, você melhora ainda mais a proteção dos seus dados.

Os fraudadores também podem abrir o aplicativo de alguns bancos e clicar em “Esqueci a senha”. Geralmente, isso resulta no envio de um código provisório via SMS ou e-mail para redefinir a senha. Portanto, é importante seguir as dicas abaixo para evitar problemas maiores caso o celular seja furtado ou roubado:

  • Nunca utilize o recurso de “lembrar/salvar senha” em navegadores, sites e, principalmente, e-mail;
  • Jamais anote senhas em blocos de notas, e-mails, mensagens de WhatsApp ou outros locais do celular;
  • Procure usar senhas fortes e não repetir o código de acesso ao seu banco para uso em outros aplicativos, e-mail ou sites de compras.
  1. Desconecte suas redes sociais

Vale desconectar suas contas em redes sociais. Isso é possível a partir do acesso dos perfis em computadores ou outros dispositivos confiáveis. Nesse caso, as redes sociais oferecem dentro de seu painel de configurações a opção de desconectar remotamente os perfis do aparelho roubado.

No caso do WhatsApp, conforme já recomendamos acima, o bloqueio do chip é fundamental para evitar que os criminosos consigam acessar o perfil a partir do número. Como o WhatsApp só funciona em um aparelho de cada vez, se você realizar o bloqueio do chip e solicitar um novo, você conseguirá recuperar rapidamente o acesso a sua conta na rede.

  1. Faça um Boletim de Ocorrência (BO)

Não deixe de fazer um boletim de ocorrência informando o roubo do celular. Isso pode ser feito em uma delegacia eletrônica e é fundamental para contestar eventuais usos ilegítimos de suas informações. O documento ajuda na investigação e garante mais uma etapa de proteção caso seu celular seja usado para realizar transferências bancárias indevidas, por exemplo. Para criar o documento, você precisa fornecer os dados pessoais do dono do dispositivo junto ao IMEI.

  1. Acesse a ferramenta Registrato do Banco Central

Registrato é um sistema administrado pelo Banco Central que permite aos cidadãos terem acesso pela internet, de forma rápida e segura, a relatórios contendo informações sobre relacionamentos com as instituições financeiras, operações de crédito e de câmbio. Sendo assim, se o seu celular for roubado, você deve entrar nesse sistema para verificar se os seus dados não foram utilizados para abertura de contas ou empréstimos.

  1. Você pode ser vítima de golpes. Redobre a atenção. 

Existem casos em que criminosos entram em contato com as vítimas do roubo para tentar conseguir acesso às contas Google ou ID Apple para desbloquear os aparelhos. Sem essas contas, o telefone pode ficar inutilizável e, por isso, a chance de tentarem roubar sua conta – seja por meio de uma fraude ou pelo número cadastrado – é alta. Redobre a atenção para não cair nessas fraudes.

Privacy Settings
We use cookies to enhance your experience while using our website. If you are using our Services via a browser you can restrict, block or remove cookies through your web browser settings. We also use content and scripts from third parties that may use tracking technologies. You can selectively provide your consent below to allow such third party embeds. For complete information about the cookies we use, data we collect and how we process them, please check our Privacy Policy
Youtube
Consent to display content from Youtube
Vimeo
Consent to display content from Vimeo
Google Maps
Consent to display content from Google
Spotify
Consent to display content from Spotify
Sound Cloud
Consent to display content from Sound