Renda fixa prefixada, pós-fixada ou híbrida: qual vale mais a pena?

Se você investe ou está pensando em investir, já deve ter ouvido falar que, por conta dos juros altos, este é um ótimo momento para aplicar em títulos de renda fixa. Contudo, fica a dúvida: é melhor investir em títulos de renda fixa pré ou pós-fixados?

A resposta para essa pergunta envolve diversos fatores. E nem sempre existe uma resposta pronta. Porém, não compreender as diferenças entre essas duas formas de rentabilidade pode conduzir à escolha errada.

Neste artigo, você irá saber quais são as características, vantagens e desvantagens de cada um desses tipos de investimentos em renda fixa para fazer a escolha mais indicada para você. Boa leitura!

Renda Fixa: como funciona

Antes de entrar especificamente nas explicações sobre rentabilidade pré ou pós-fixada, vamos definir o que é renda fixa.

Renda fixa é uma classe de investimentos que paga juros em uma proporção determinada, como você verá nos exemplos mais adiante.

Por conta de sua relativa previsibilidade, boa liquidez e proteção do FGC,  a renda fixa costuma ser considerada um investimento de baixo risco e atrai a atenção de perfis mais conservadores e de quem deseja montar uma reserva de emergência.

Com o salto da Selic de 2% em março de 2021 para 13,75% em agosto de 2022, as aplicações dessa classe passaram a oferecer um rendimento real muito atrativo. Entre os principais exemplos de renda fixa que contam com opções prefixadas e pós-fixadas, podemos citar Tesouro Direto, CDBLCI, LCA, Letra de Câmbio e Debêntures.

Investir em renda fixa

Prefixada

Em um título prefixado, os juros e cupons estabelecidos e contratados no momento da aplicação não variam ao longo do período do investimento.

Um exemplo seria um CDB 14% ao ano como prazo de 2 anos.

A principal vantagem desse tipo de investimento é a garantia de rentabilidade fixa. Se o título for mantido até o vencimento, você sabe exatamente quanto irá resgatar.

Os investimentos pré-fixados são ideais para metas de médio e longo prazo e o melhor momento para investir nesse tipo de papel é quando a taxa de juros está alta e com perspectivas de quedas para o futuro.

Pós-fixada

Nesse tipo de título, o juro é estipulado com base em uma taxa flutuante de mercado, como um CDB 110% do CDI ou o Tesouro Selic

Títulos pós-fixados costumam ser indicados para reserva de emergência e objetivos de curto prazo e a vantagem é que eles oferecem menor risco caso você precise antecipar a liquidação do título. 

Quanto ao cenário mais favorável para investir, vale lembrar que a rentabilidade será maior quando a taxa de juros estiver alta e com perspectivas de novas elevações.

Porém, independente do contexto econômico, ter investimentos pós-fixados é sempre uma boa estratégia para manter parte da carteira com baixo risco.

Híbrida

Por fim, em um título híbrido, a rentabilidade é composta por dois elementos, a inflação e os juros prefixados. Um exemplo seria uma LCI IPCA + 5%.

O grande diferencial aqui é a garantia de um retorno real, já que a rentabilidade fica sempre acima da inflação.

Por conta da proteção contra as variações inflacionários, os títulos híbridos são indicados sempre que há necessidade de proteger o poder de compra ao longo do tempo.

Eles costumam ser usados para investimentos de longo prazo e para compor portfólios com foco na aposentadoria.

Como investir em renda fixa

Com todas essas variáveis envolvidas na escolha do título de renda fixa ideal, contar com a ajuda de um especialista é indispensável, já que o dia a dia desse profissional é exatamente acompanhar todos os pontos que impactam na rentabilidade dos investimentos.

Aqui no Daycoval, você conta com assessoria de investimentos sob medida para te ajudar a encontrar os títulos que mais se adequam à sua estratégia e ao humor do mercado, sempre prezando pela diversificação e respeitando o seu perfil de investidor.

Recomendar Conteúdo:
WhatsApp
LinkedIn
Twitter
Facebook

Quem leu essa matéria também gostou

Matérias mais lidas

Gostaria de receber novidades?

    Prometemos não utilizar suas informações de contato para enviar qualquer tipo de SPAM.

    WhatsApp
    LinkedIn
    Twitter
    Facebook

      Ei, tá curtindo o nosso Blog?

      Inscreva-se para receber as nossas novidades dicas financeiras exclusivas e conteúdo especial na sua caixa de entrada.




      Obrigado por se inscrever!