O que é vencimento, carência e liquidez em um CDB? Entenda na prática!

Começar a investir é sempre algo animador, mas também pode apresentar alguns desafios.  Um deles é entender os detalhes de cada tipo de investimento para fazer a escolha certa, já que algumas palavras podem ser facilmente confundidas entre si. Por exemplo, você sabe a diferença entre vencimento, carência e liquidez?

Muita gente confunde esses termos no momento de investir e, se esse é o seu caso, saiba que isso pode ter consequências desagradáveis, como não alcançar o objetivo desejado ou correr um risco acima do ideal para o seu perfil de investidor.

Por isso, é fundamental que a sua evolução no mundo dos investimentos caminhe sempre lado a lado com a busca por conhecimento.

Para ajudar, vamos explicar abaixo o que significa vencimento, carência e liquidez e como esses termos impactam na sua tomada de decisão.

Diferença entre vencimento, carência e liquidez

Todos esses termos estão, de alguma forma, relacionados ao tempo que o seu dinheiro fica investido. Porém, cada um se refere a um aspecto diferente da duração da aplicação. Vamos aos significados de cada uma dessas palavras:

O que é liquidez?

Liquidez é a capacidade de conversão de um bem em dinheiro. Esse termo não é usado apenas para aplicações financeiras, mas para qualquer situação em que é possível considerar a rapidez com que você consegue se desfazer de algo para receber dinheiro em mãos.

Veja uma comparação para entender como funciona na prática: ao escolher entre investir na compra de um imóvel e na aplicação em um CDB com liquidez diária, você deve levar em conta que se desejar usar o dinheiro, no caso do imóvel, a liquidez é baixa, pois você vai precisar de um tempo para achar um comprador. Já no CDB com liquidez diária, você resgata o dinheiro no momento que quiser.

Exemplo:
CDB 110% do CDI com liquidez diária

Significa que você pode resgatar a qualquer momento.

Gostaria de receber novidades?

    Prometemos não utilizar suas informações de contato para enviar qualquer tipo de SPAM.

    De acordo com 5ª edição do Raio X do Investidor Brasileiro, pesquisa realizada pela Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro (ANBIMA), 54% das pessoas precisaram de dinheiro para alguma emergência em 2021. Uma das saídas adotadas foi resgatar investimentos. Essa é uma situação que exemplifica muito bem a importância de produtos com boa liquidez, como o CDB Daycoval 110% do CDI com liquidez diária.

    Aproveite para conferir a explicação super prática da nossa economista Larissa Gomes sobre o que é e como funciona um CDB:

    O que é vencimento?

    Em uma aplicação financeira, vencimento é o tempo que o dinheiro pode ficar aplicado. Por exemplo, se um CDB tem liquidez diária e vencimento em 2025, isso quer dizer que você pode resgatar o dinheiro a qualquer momento, mas a data limite é 2025.

    Exemplo:
    CDB 14,25% a.a. com prazo de 1 ano.

    O que é carência?

    Diferentemente do vencimento, a carência é o tempo que você precisa esperar para ter direito a resgatar o dinheiro o dinheiro investido.  Essa data pode coincidir ou não com vencimento.

    Imagine a seguinte situação: se você investir em um CDB com vencimento em 2025 e carência de um ano, você fica impedido de resgatar o dinheiro nos primeiros 12 meses e depois pode optar por fazer o resgate ou manter a aplicação até o vencimento.

    Entretanto, também existem investimentos em que só é possível fazer o resgate no momento do vencimento. Nesse caso, a especificação é que a carência da aplicação é no vencimento.

    Por fim, existem as aplicações com liquidez diária, paras as quais não carência. Isso quer dizer que você pode fazer o resgate a qualquer momento.

    Exemplo:
    CDB 110% do CDI com liquidez diária não tem carência
    CDB 14,25% a.a. tem carência no vencimento

    Conclusão

    Como vimos, saber diferenciar alguns termos que costumam ser confundidos por investidores iniciantes pode ser decisivo para acertar na escolha do investimento ideal.

    Vencimento, carência e liquidez são bons exemplos de palavras que estão relacionadas a um mesmo assunto, mas que tem significados diferentes.

    Agora que você já sabe exatamente o quer dizer cada uma delas, o próximo passo é abrir a sua conta de investimentos e montar uma carteira com ativos que tenham prazo e outras características compatíveis com os seus objetivos e perfil de investidor. Bons investimentos!

    Recomendar Conteúdo:
    WhatsApp
    LinkedIn
    Twitter
    Facebook

    Quem leu essa matéria também gostou

    Matérias mais lidas

    Gostaria de receber novidades?

      Prometemos não utilizar suas informações de contato para enviar qualquer tipo de SPAM.

      WhatsApp
      LinkedIn
      Twitter
      Facebook

        Ei, tá curtindo o nosso Blog?

        Inscreva-se para receber as nossas novidades dicas financeiras exclusivas e conteúdo especial na sua caixa de entrada.




        Obrigado por se inscrever!