Reserva financeira: conheça os 3 tipos que todo mundo deveria ter

Economizar nem sempre é fácil, exige foco e disciplina. Entre um deslize e outro, é importante colocar os pés no chão e organizar a sua reserva financeira. 

O que muita gente não sabe é que as reservas devem ser de 3 tipos: para emergências, para realizações e para a aposentadoria. E para cada uma delas existe uma recomendação diferente.

Reserva de emergência

Em um belo dia o seu carro quebra ou então sua máquina de lavar ou você precisa comprar um medicamento super caro. Aposto que já aconteceu alguma situação assim com você. Infelizmente, os imprevistos acontecem e precisamos estar preparados para eles e é aí que entra a reserva de emergência.

A melhor forma de montar a reserva de emergência é cortando gastos desnecessários, renegociando dívidas que comprometam o seu orçamento e tendo muita disciplina para poupar. É importante você começar a diferenciar o que você quer daquilo que você precisa. É duro eu sei, mas eu te garanto que quando você começar a investir isso tudo valerá muito a pena!

O valor ideal é aquele que pode cobrir o custo de vida médio mensal da sua família de 3 a 6 meses. Mas essa é apenas uma estimativa e deve se adequar a realidade de cada família.

Exemplo:
Despesas mensais: R$ 5 mil
Reserva de emergência: R$ 15 mil a R$ 30 mil

É importante que essa reserva seja alocada em investimentos com alta liquidez e de perfil conservador, como Tesouro Selic, CDB e Fundos DI.

Reserva de realizações

Agora vamos falar da reserva de realizações que é aquela que tem como objetivo proporcionar sua construção patrimonial e realizar os seus projetos de vida. Ela serve para realizar projetos de longo prazo, como comprar uma casa maior, um carro melhor, fazer um MBA, entre outras coisas.

Antes de começar sua reserva de realizações você já precisa ter concluído a formação da reserva de emergência.

Assim, o próximo passo é montar uma estratégia de investimentos de médio e longo prazo com uma carteira adequada a seus objetivos, prazos e perfil de risco.

Para isso, você pode contar com a assessoria do Daycoval Investe. Nosso time de especialistas está pronto para entender as suas necessidades e montar uma carteira totalmente personalizada para você.

O ideal é montar uma carteira diversificada para balancear risco e retorno.

O valor recomendado para essa reserva é de 12 a 20 vezes o rendimento mensal. Mas isso pode variar dependendo do projeto.

Exemplo:
Salário: R$ 5 mil
Reserva de Realizações: R$ 60 mil a R$ 100 mil

Reserva de aposentadoria

Ela serve para você ter tranquilidade financeira e manter o mesmo padrão de vida quando não estiver mais trabalhando. Para construir essa reserva, você vai precisar fazer uma boa gestão dos seus investimentos durante o período de acumulação.

O produto mais indicado para esse momento é a previdência privada, já que ela permite que você receba uma renda vitalícia no momento de aposentadoria.

Essa renda é calculada com base no saldo acumulado no plano de previdência, na idade do investidor e nas taxas de juros oferecidas pela seguradora. Você pode construir essa reserva com aportes únicos ou mensais.

Além disso, você deve buscar um produto que ofereça uma boa rentabilidade e que esteja de acordo com o seu perfil de investidor.

Existem planos de previdência com diferentes perfis de investimento, desde os mais conservadores até os mais arrojados.

Tenha em mente que, quanto maior o risco, maior tende a ser o potencial de retorno e maior tende a ser o montante acumulado para a aposentadoria. Mas, em contrapartida, o risco também é maior. 

Para calcular a reserva de aposentadoria, partimos da definição de como será o período de acumulação, que pode variar em aportes mensais, pontuais ou os dois, de qual será o prazo que você irá acumular os recursos.

Depois disso, será a hora de você decidir qual será o tipo de renda que irá receber, que pode ser vitalícia ou temporária, por exemplo. Vale conversar com os nossos assessores para você entender essas opções direitinho!

Quanto mais cedo você começar a investir, menor será o valor necessário mensalmente, já que o dinheiro terá mais tempo para render.

Exemplo:
Renda desejada na aposentadoria: R$ 9.500
Estimativa de tempo de uso: 20 anos
Taxa: 0,60% a.m.
Será necessário acumular um total de R$ 1.200.000,00.

Agora vamos apresentar dois cenários, cujo objetivo é se aposentar aos 65 anos:

1 – Alguém com 30 anos: terá 35 anos para acumular aproximadamente R$ 1.200.000,00 e, para isso, precisará investir R$ 700,00 por mês aproximadamente a uma rentabilidade de 7% ao ano.

2 – Alguém com 40 anos: terá 25 anos para acumular aproximadamente R$ 1.200.000,00 e para isso precisará investir R$ 1550,00 por mês aproximadamente a uma rentabilidade de 7% ao ano.

Viu como no final das contas é uma corrida contra o tempo? Então, aproveita para abrir a sua conta aqui com a gente e começar a investir o quanto antes.

Recomendar Conteúdo:
WhatsApp
LinkedIn
Twitter
Facebook

Quem leu essa matéria também gostou

Matérias mais lidas

Gostaria de receber novidades?

    Prometemos não utilizar suas informações de contato para enviar qualquer tipo de SPAM.

    WhatsApp
    LinkedIn
    Twitter
    Facebook

      Ei, tá curtindo o nosso Blog?

      Inscreva-se para receber as nossas novidades dicas financeiras exclusivas e conteúdo especial na sua caixa de entrada.




      Obrigado por se inscrever!