Come-cotas: como funciona, o que é e como evitar?

come-cotas como funciona

Imposto de Renda com certeza não está entre os assuntos preferidos dos investidores. Afinal, os tributos reduzem o retorno de muitas aplicações.

O tema fica ainda mais indigesto quando esse desconto acontece sem ao menos você ter solicitado o resgate do seu saldo.

Esse é o chamado come-cotas, uma forma de antecipação da cobrança do Imposto de Renda que ocorre em determinados fundos de investimento.

Neste artigo, você irá compreender em detalhes o conceito de come-cotas, seu funcionamento, quais fundos são impactados, sua influência nos rendimentos e dicas para otimizar essas cobranças nos seus investimentos. Boa leitura!

O que é o come-cotas e como funciona?

O come-cotas é a forma como é chamado um sistema de tributação aplicado a determinados tipos de fundos de investimento no Brasil.

Sua principal finalidade é antecipar o pagamento do Imposto de Renda sobre os ganhos obtidos nos fundos de maneira automática e semestral.

Essa antecipação é feita por meio do recolhimento de uma parte das cotas que pertenciam ao investidor, daí o nome come-cotas.

Existem duas situações distintas:

Fundos de longo prazo

Para efeitos de tributação, são considerados de longo prazo os fundos cuja carteira de títulos tenha prazo médio superior a 365 dias. Nesse caso, a alíquota do come-cotas é de 15%.

Fundos de curto prazo

Já os fundos considerados de curto prazo cuja carteira de títulos tenha prazo médio igual ou inferior a 365 dias. Aqui, a alíquota do come-cotas é de 20%.

Quais fundos estão sujeitos ao come-cotas?

É essencial verificar as especificações de cada fundo antes de investir para entender se o come-cotas se aplica ou não.

Geralmente, os fundos de renda fixa, multimercado e cambiais são os mais impactados por essa tributação. Veja como funciona cada um desses fundos:

  • Renda fixa: Os fundos classificados como “Renda Fixa” apresentam como principal fator de risco de sua carteira a variação da taxa de juros, de índice de preços, ou ambos. Devem ter pelo menos 80% da sua carteira investida em ativos que estejam relacionados a esses fatores de risco.
  • Fundos multimercado: Possuem política de investimento que envolve vários fatores de risco, sem o compromisso de concentração em nenhum fator em especial. Podem investir em ativos de diferentes mercados.
  • Fundos cambiais: Nos fundos cambiais o principal fator de risco da carteira é a flutuação do preço da moeda estrangeira ou a variação de uma taxa de juros chamada de cupom cambial. Devem manter, no mínimo, 80% de seu patrimônio investido em ativos que sejam relacionados, direta ou indiretamente (via derivativos), a esses fatores de risco.

Entenda como o come-cotas afeta os seus rendimentos

come-cotas como funciona

O come-cotas pode influenciar consideravelmente os rendimentos de seus investimentos.

Quando esse tributo é aplicado, a quantidade de cotas do investidor diminui, já que uma parte é destinada à antecipação do pagamento do Imposto de Renda.

Assim, mesmo que você não tenha realizado nenhum resgate, uma parte do seu dinheiro será retida para fins fiscais, o que pode afetar o crescimento geral de seu investimento ao longo do tempo.

Caso não houvesse essa antecipação, os rendimentos do fundo seriam maiores, já que os valores estariam sendo impactados pelos juros compostos. No longo prazo, a diferença pode ser considerável.

Período de come-cotas: Há como solicitar portabilidade?

Durante o período de come-cotas, não é possível solicitar portabilidade dos seus investimentos.

Portanto, você precisa estar ciente de que seus recursos permanecerão retidos para o pagamento do Imposto de Renda até o final do período de tributação.

Como acontece a tributação do come-cotas?

A tributação do come-cotas é executada automaticamente pela instituição financeira que administra o fundo de investimento.

O valor do imposto é calculado com base nos ganhos do investidor e na alíquota em vigor.

Na prática, funciona assim:

  • O fundo realiza uma simulação de resgate total para calcular o IR devido no período;
  • Na sequência, é feito o recolhimento antecipado desse valor, que é repassado para a Receita Federal;
  • Como resultado, o número de cotas é reduzido na proporção do desconto do imposto.

Vamos ver um exemplo:

Imagine que você comprou 1000 cotas em um fundo de renda fixa de longo prazo por R$ 100 cada e que obteve um rendimento de 12% até a data do desconto do come-cotas:

  • Valor aplicado: R$ 100.000
  • Retorno: R$ 12.000 (12% do total aplicado)
  • Valor atualizado de cada cota: R$ 112

O cálculo do come-cotas ficará assim:

  • Desconto de 15% sobre o rendimento de R$ 12.000 = R$ 1800
  • Saldo após o desconto do come-cotas: R$ 112.000 – R$ 1800 = R$ 110.200
  • Número atual de cotas: R$ 110200/ R$ 112 = 983,92

O número de cotas caiu de 1000 para 983,92, daí o nome come cotas.

No momento do resgate, também há cobrança de Imposto de Renda, mas a antecipação do come-cotas é abatida.

Já para os casos em que o desconto da antecipação do imposto não alcançou o valor total devido, é aplicada uma alíquota complementar.

Quando esse imposto é descontado?

O come-cotas é descontado semestralmente, nos últimos dias úteis de maio e novembro.

Nessas datas, o valor do imposto é automaticamente deduzido do patrimônio do investidor, reduzindo a quantidade de cotas adquiridas.

Quais são os fundos isentos deste imposto?

Os fundos fechados, ou seja, cujas cotas só podem ser regatadas no vencimento, são isentos do come-cotas.

Alguns exemplos são os fundos de ações, fundos de investimento imobiliário e fundos de previdência privada.

De acordo com uma pesquisa da XP Investimentos, o interesse dos investidores por Fundos Imobiliários ultrapassou o interesse por renda fixa no mês de agostos. A isenção do Imposto de Renda é um dos grandes atrativos desse tipo de investimento.

Antes de escolher um fundo de investimento, é fundamental verificar se ele está sujeito ao come-cotas ou se oferece isenção dessa tributação.

Dicas para evitar o come-cotas: confira

Existem algumas estratégias para evitar ou minimizar o impacto do come-cotas nos seus investimentos:

  • Mantenha seus investimentos por mais tempo: Quanto mais tempo você mantiver seus recursos investidos, menor será o impacto do come-cotas. Isso ocorre porque a tributação é baseada no prazo de aplicação.
  • Avalie a rentabilidade líquida: Ao avaliar fundos de investimento, leve em consideração a rentabilidade líquida, ou seja, os rendimentos após a aplicação do come-cotas. Isso o ajudará a tomar decisões mais informadas.
  • Opte por fundos isentos: Investir em fundos isentos de come-cotas é uma escolha interessante para quem deseja evitar essa tributação.

Conclusão

come-cotas como funciona

O come-cotas é um aspecto importante a ser considerado ao investir em fundos de investimento.

Ele pode ter um impacto significativo nos seus rendimentos, mas, com o conhecimento adequado e estratégias inteligentes, você pode minimizar seus efeitos e seguir adiante na construção do seu patrimônio.

Lembre-se de verificar as especificações de cada fundo antes de investir e busque orientação sempre que necessário. Afinal, como disse Benjamin Franklin, investir em conhecimento sempre rende os melhores juros.

Aqui no Daycoval, nossos assessores de investimentos estão preparados para ajudar na escolha dos melhores fundos para o seu perfil e objetivos de investimento. Abra a sua conta e invista agora mesmo.

Recomendar Conteúdo:
WhatsApp
LinkedIn
Twitter
Facebook

Quem leu essa matéria também gostou

Matérias mais lidas

Gostaria de receber novidades?

    Prometemos não utilizar suas informações de contato para enviar qualquer tipo de SPAM.

    WhatsApp
    LinkedIn
    Twitter
    Facebook

      Ei, tá curtindo o nosso Blog?

      Inscreva-se para receber as nossas novidades dicas financeiras exclusivas e conteúdo especial na sua caixa de entrada.


      Prometemos não utilizar suas informações de contato para enviar qualquer tipo de SPAM.


      Obrigado por se inscrever!

        Ei! Espera um minutinho, por favor!

        Inscreva-se no Blog Daycoval para receber as nossas novidades, dicas financeiras exclusivas e conteúdo especial na sua caixa de entrada.


        Prometemos não utilizar suas informações de contato para enviar qualquer tipo de SPAM.


        Obrigado por se inscrever!